“Duas aprendizagens sobre os amores masculinos” ou “É a vida me rasgando para que caiba mais mundo”

– por Clóvis Domingos – Crítica a partir das leituras Amor Fast-Food, de Amarildo Felix, e Pequeno Tratado Amoroso, de Anderson Feliciano, no Janela de Dramaturgia em 19 de setembro de 2018. “De Ulisses, ela aprendera a ter coragem de ter fé – muita coragem, fé em que? Na própria fé, que a fé pode …

emcríticas18/10/2018
por: Luciana Romagnolli
Leia mais

Nó: entrelaçando pulsões

Crítica a partir do espetáculo Nó da Cia de Dança Deborah Colker (RJ).         – por Joelma Xavier – No dicionário Houaiss, o sentido da palavra ‘nó’ apresenta-se em dez acepções, que transitam da esfera utilitária – situada na ideia de entrelaçamento de cordas e no trabalho de arte marinheira – para uma abordagem metafórica …

emcríticas04/10/2018
por: Clóvis Domingos
Leia mais

Sobrevivências femininas ou sobre vivências da dor materna

Crítica a partir da intervenção urbana Chorar os Filhos de Nina Caetano apresentada na programação do FIT-BH 2018. – por Clóvis Domingos – Foto de Guto Muniz/ FIT-BH “Oh, pedaço de mim Oh, metade arrancada de mim Leva o vulto teu Que a saudade é o revés de um parto A saudade é arrumar o …

emcríticas22/09/2018
por: Clóvis Domingos
Leia mais

O tripé memorialístico como revisão histórica

Crítica a partir do espetáculo A invenção do Nordeste – Grupo Carmin (Natal/RN), apresentado na programação do FIT-BH 2018. – por Elen de Medeiros – Fotos de Guto Muniz/ FIT-BH Talvez o caminho mais fácil de escrever uma crítica sobre A invenção do Nordeste, a peça mais recente do Grupo Carmin (Natal – RN) e …

emcríticas21/09/2018
por: Clóvis Domingos
Leia mais

O silêncio ruidoso de uma faca em riste

Crítica a partir da performance A gente combinamos de não morrer, de Cíntia Guedes e Jota Mombaça apresentada na programação do FIT-BH 2018.  – por Victor Guimarães –  Fotos de Guto Muniz/ FIT-BH  Um som que parece badalada de sino anuncia o início e conduz o público pelas escadas de madeira do Centro Cultural da …

emcríticas20/09/2018
por: Clóvis Domingos
Leia mais

A veia insurgente no solo Ciclos de Rita Maia

Crítica a partir do espetáculo Ciclos apresentado no Galpão Cine Horto – por Éder Rodrigues – Foto de Mirela Persichini A cena teatral de Belo Horizonte/MG tem sido tomada por uma quantidade destacada de solos que sublinham a pulsão feminina não apenas como tema da encenação, mas também enquanto presença e voz atuante. Mariana Rabelo …

emcríticas13/09/2018
por: Clóvis Domingos
Leia mais

Lalangue: carta à mãe: encontros com o sensível num manifesto feminino de imagens-sons

Crítica a partir do espetáculo “Lalangue: carta à mãe”, da Cia de Dança Palácio das Artes. – por Jéssica Ribas e Marcos Antônio Alexandre – Faculdade de Letras – UFMG/CNPq –  Fotos de Paulo Lacerda/ Palácio das Artes “Venus Pudica” é o termo usado para a clássica posição presente em obras de arte em que …

emcríticas06/09/2018
por: Clóvis Domingos
Leia mais

Sobre Singularidades, Estilhaços e Travessias: Festival de Curitiba

Reflexões e expansões a partir dos espetáculos “O Jornal- The Rolling Stone”, “Cabaret Macchina” e “Grande Sertão: Veredas” apresentadas no Festival de Curitiba 2018 – por Soraya Martins – Foto: Lina Sumizono/Festival de Curitiba Dentro do meu exercício de ser crítica de teatro, venho sempre pontuando tanto o papel da crítica quanto da dramaturgia- aqui …

emcoberturas31/08/2018
por: Clóvis Domingos
Leia mais

Um Fluxo Entre

– por Bremmer Guimarães –  Crítica a partir do espetáculo “ENTRE – uma casa que se torna” apresentado no Memorial Minas Gerais Vale (Belo Horizonte/MG)   Fotos de Guto Muniz Uma experiência de convívio a partir da obra da autora portuguesa Maria Gabriela Llansol. É o que propõe “ENTRE – uma casa que se torna”, …

emcríticas24/08/2018
por: Clóvis Domingos
Leia mais

Sobre crítica, fabulação e expansão

– Por Soraya Martins – Foto de Anelizze Tozetto/Festival de Curitiba  Esse texto/fala, eu escrevi em ocasião da minha participação no Seminário “Crítica e Criação em Crise”, que aconteceu no Teatro Universitário da UFMG entre os dias 5 e 7 de junho de 2018. Fui provocada pela Júlia Guimarães, pesquisadora, crítica e organizadora do seminário …

emensaios16/08/2018
por: Clóvis Domingos
Leia mais

Sondagens sobre corpos, sob a pele e através de configurações imprevistas

– Por Mário Rosa e Clóvis Domingos – Crítica a partir do espetáculo Undercurrent – do nervo à unha, do Anticorpos – investigações em dança de Ouro Preto/MG.   O corpo tem sido questão central da filosofia e das artes contemporâneas já faz algum tempo. O que pode o corpo? A conhecida pergunta de Espinosa …

emcríticas07/08/2018
por: Clóvis Domingos
Leia mais

Uma violência esquecida… mais uma mulher abandonada

Crítica a partir do espetáculo “A Visita da Velha Senhora” de Friedrich Dürrenmatt e direção de Luiz Villaça. – por Diogo Horta e Natália Moreira – Fotos: Cacá Bernardes O suíço Friedrich Dürrenmatt escreveu “A Visita da Velha Senhora” em 1955. O dramaturgo, um estudioso do teatro épico de Bertolt Brecht, não tem sua obra …

emcríticas04/07/2018
por: Clóvis Domingos
Leia mais

Veredas da Sensibilização | Festival de Curitiba 2018- parte 3

“Liberdade – aposto – ainda é só alegria de um pobre caminhozinho, no dentro do ferro de grandes prisões”. (Guimarães Rosa. Grande Sertão: Veredas).   Crítica a partir das peças “Preto”, “Grande Sertão: Veredas”, “Tom na Fazenda” e outras apresentadas no Festival de Curitiba 2018. – por Clóvis Domingos – Foto: Lina Sumizono/Festival de Curitiba …

emcoberturas  críticas27/06/2018
por: Clóvis Domingos
Leia mais

Quando os corpos e as corporeidades implodem os olhares, as palavras e os sentidos

Crítica a partir da cena Se Os Homens São Feitos do Barro Nós Somos Feitas de Lama[1] – Marcos Antônio Alexandre – Faculdade de Letras-UFMG / CNPq – Fotos de Pablo Bernardo O lugar da representação é o teatro espanca!, espaço localizado na Rua Aarão Reis, no hipercentro de Belo Horizonte, e o evento é …

emcríticas19/06/2018
por: Clóvis Domingos
Leia mais

Qual é o lugar do Burlesco no Brasil?

– Por Giorgia Conceição a.k.a. Miss G (Pesquisadora e Performer) –   Picnic YNTB 2018/ Foto de Maíra Barillo.  What a fuck is Burlesque? Um modo de performar, que em português é denominado burlesco; em inglês, burlesque. Em nossa língua, usamos a palavra a partir da etimologia italiana, e no inglês, usa-se a francesa. Curioso é …

emensaios12/06/2018
por: Clóvis Domingos
Leia mais

A urgência das transformações | Festival de Curitiba 2018- parte 2

Segunda parte do panorama crítico do 27º Festival de Curitiba, com foco nos espetáculos “Alegria e Tristeza na Vida das Girafas” de Tiago Rodrigues com encenação de Thomas Quillardet (França) e “Dinamarca”, do Grupo Magiluth (Recife/PE). – por Clóvis Domingos – Fotos de Annelize Tozetto/ Festival de Curitiba  A ideia de um teatro-conferência também parece mover …

emcoberturas  críticas06/06/2018
por: Clóvis Domingos
Leia mais

David Byrne, artista da cena

– por Victor Guimarães – Crítica a partir do espetáculo  American Utopia, de David Byrne A nítida impressão de estar participando de um momento importante na história recente das artes da cena me acometeu no lugar mais improvável possível: a saída de um show de rock. O que acontece quando, nesse contexto, trocamos olhares extasiados …

emcríticas30/05/2018
por: Clóvis Domingos
Leia mais

Sobre ser seres luminescentes, dançantes e erráticos

– por Soraya Martins – Reflexões e expansões a partir dos experimentos cênicos Ensaio sobre a fragilidade, Se os homens são feitos de barro, nós somos feitas da lama e Emprazar, chamar pra comparecer, apresentados na segundaPRETA. Fotos de Pablo Bernardo E nesse último dia da temporada, boca não disse palavra. Pra quê? Os corpos estavam …

emcríticas22/05/2018
por: Clóvis Domingos
Leia mais

Quando falar é (re)existir | Festival de Curitiba 2018 – parte I

Panorama crítico a partir do 27º Festival de Curitiba, com foco nos espetáculos Domínio Público e Colônia. – por Clóvis Domingos –     “Falar é antes abrir a boca e atacar o mundo com ela, saber morder. O mundo é por nós furado, revirado, mudado ao falar (…) Nossa fala é um buraco no …

emcapa  coberturas  críticas15/05/2018
por: Clóvis Domingos
Leia mais

Um belo sim ao teatro e à vida

– Por Diogo Horta – Crítica a partir do espetáculo para bebês “É tão belo como um sim” com direção de Débora Vieira (Belo Horizonte/MG). Fotos de Fabiano Lana Mortes e nascimentos. Dois processos tão conectados, tão semelhantes, tão absurdos, tão surpreendentes. Morte e vida. “Morte e Vida Severina” de João Cabral de Melo Neto …

emcapa  críticas10/05/2018
por: Clóvis Domingos
Leia mais